Carteira de variância mínima – Nov/12

Um pouco atrasado, porque eu estava de férias. Neste post, estou publicando a CVM para o mês de novembro de 2012 (isto é, obtida utilizando-se dados até outubro de 2012). As carteiras e os resultados ficarão na página Carteiras (menu do blog). A composição da CVM de novembro de 2012 é a seguinte:

Código  Ação Alocação Novembro 2012 Alocação Outubro 2012
AMBV4 AMBEV 15.79% 15.89%
CIEL3 CIELO 8.80% 5.32%
CPFE3 CPFL ENERGIA 8.37% 7.79%
TRPL4 TRAN PAULIST 8.30% 8.35%
CTIP3 CETIP 7.98% 7.68%
ELPL4 ELETROPAULO 7.80% 7.89%
NATU3 NATURA 7.56% 6.63%
VIVT4 TELEF BRASIL 6.47% 6.95%
DASA3 DASA 5.89% 5.81%
CCRO3 CCR SA 5.86% 3.51%
UGPA3 ULTRAPAR 5.63% 6.42%
LIGT3 LIGHT S/A 5.26% 4.59%
CPLE6 COPEL 3.87% 2.91%
PCAR4 P.ACUCAR-CBD 1.16% 0.45%
OIBR3 OI 0.52% 1.03%
ELET6 ELETROBRAS 0.44% 0.48%
CRUZ3 SOUZA CRUZ 0.29% 0.76%

 

Em comparação com a carteira de variância mínima de outubro de 2012, as maiores diferenças foram em CIEL3 e CCRO3.

Do total de 68 ações do IBOVESPA (com a saída da Redecard, o índice ficou com um constituinte a menos), a CVM possui pesos significantes em apenas 17.  O beta desta carteira é de aproximadamente 0,36. A volatilidade (calculada com últimos 60 retornos diários na data base 31 de outubro de 2012) da CVM é de aproximadamente 13,4% ao ano, enquanto a do IBOVESPA é da ordem de 25,4% ao ano.

Os gráficos abaixo apresentam uma comparação entre a composição do IBOVESPA e da CVM, com os nomes das 10 maiores posições.

 

 

 

 

 

 

 

 

Resultados da CVM em outubro de 2012

O gráfico abaixo apresenta o desempenho da CVM em outubro, comparado ao do IBOVESPA e do CDI. Seguindo um mês de resultado ruim para o mercado de ações, a CVM apresentou um resultado próximo do IBOVESPA, porém um pouco melhor. A CVM teve um retorno de -2,57% no mês, enquanto o IBOVESPA teve um retorno de -3.56% e o CDI, de 0,61%.

Anúncios