Pares com TBLE3

Um leitor perguntou sobre possíveis pares com a ação TBLE3 (TRACTEBEL ON). Com o intuito de auxiliá-lo, fiz algumas simulações para tentar identificar pares que possam ser rentáveis.

Detalhes das simulações:

  • Utilizei o modelo de Bandas de Bollinger, o modelo mais simples para operar pares de ações (veja aqui os detalhes básicos deste modelo e aqui detalhes sobre uma planilha que implementa o modelo).
  • Os parâmetros do modelo são:
    • Cálculo da média e desvio padrão com janela móvel de 20 dias
    • Abrir o trade quando a razão do par estiver acima de 2 desvios-padrão da média
    • Fechar o trade quando a razão convergir para a média
    • Fechar o trade se a razão não convergir em até 20 dias
    • Cada trade tem um valor nocional de R$10.000 em cada ponta
  • Utilizei dados diários de fechamento entre jan/2010 e fev/14. 
  • Inclui custos simulados de bid-ask, aluguel e corretagem.

Sempre bom lembrar do velho e bom Disclaimer. As informações apresentadas aqui são de caráter meramente informativo e educacional.

Fiz dois conjuntos de testes: um considerando apenas pares dentro do mesmo setor (Utilidades Públicas), e um possibilitando pares com ações de outros setores.

Apenas Pares Intrasetoriais

Foram testados 18 pares intrasetoriais com TBLE3. Destes, 14 apresentaram resultados positivos, baseado no critério de uma razão de informação¹positiva. Entretanto, os valores da razão de informação são relativamente baixos, indicando variabilidade no P&L.

Simulação de pares intrasetoriais com TBLE3

Simulação de pares intrasetoriais com TBLE3

O melhor par do backtest é o par de EQTL3 (Equatorial ON) com TBLE3. O gráfico abaixo mostra a evolução da razão do par, com as bandas de Bollinger.

Razão do par EQTL3_TBLE3 com bandas de Bollinger

Razão do par EQTL3_TBLE3 com bandas de Bollinger

Notamos que o par oscila entre períodos de comportamento mais estável com diversos momentos de tendência forte, os quais são ruins para um trade de convergência como o de pares. Em particular, o período mais recente em 2014 apresenta uma tendência forte de alta do par. Isto impactou negativamente o P&L do par nos trades mais recentes, conforme o gráfico de P&L acumulado por trade abaixo (a performance no passado, no entanto, foi muito forte, o que o que sugere investigar se há motivos fundamentalistas para entender a mudança no comportamento do par).

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par EQTL3_TBLE3

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par EQTL3_TBLE3

O segundo melhor par, com SBSP3 (SABESP ON), combina uma ação do mesmo setor, porém de uma indústria diferente. O gráfico de P&L acumulado mostra que o par tende a funcionar, porém possui alguns períodos de drawdowns severos.

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par SBSP3_TBLE3

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par SBSP3_TBLE3

O par GETI4_TBLE3 parece ser um pouco mais estável, com poucos trades negativos. Um destes trades, porém, é bastante severo.

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par GETI4_TBLE3

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par GETI4_TBLE3

 

Pares Sem Restrição de Setor

Em geral, é muito mais difícil encontrar pares intersetoriais estáveis. Neste caso, é preciso analisar as empresas com muito cuidado, pois a chance de se ter uma relação espúria é maior. Do ponto de vista matemático, é esperado que sejam encontrados pares intersetoriais com desempenho (dentro da amostra) melhor do que o dos pares intrasetoriais, visto que os pares intrasetoriais representam uma restrição dentro do conjunto de todos os pares. Na simulação sem restrição de setor, foram considerados todos os pares (inter e intrasetoriais). O total de pares testado foi de 144. Destes, 102 apresentaram razão de informação positiva, porém apenas 20 apresentaram valores relativamente bons (acima de 0.4).

O melhor par da lista for o par com CCRO4 (CCR SA ON, uma empresa do setor de Construção e Transporte). O gráfico abaixo mostra que os preços das duas empresas tendem a andar juntos, o que é uma indicação de que o par pode ser operável.

Histórico dos preços de CCRO3 e TBLE3

Histórico dos preços de CCRO3 e TBLE3

A razão deste par apresenta um comportamento relativamente estável; mesmo nos períodos de tendência, há correções frequentes que levam a crer que a convergência dos trades é possível:

Razão do par EQTL3_TBLE3 com bandas de Bollinger

Razão do par EQTL3_TBLE3 com bandas de Bollinger

O P&L acumulado possui um comportamento muito bom, com apenas 3 trades negativos entre os 33 trades do período:

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par CCRO3_TBLE3

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par CCRO3_TBLE3

Um outro par interessante é com UGPA3 (Ultrapar Participacoes S.A. PN, uma empresa que atua em diversos setores):

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par TBLE3_UGPA3

P&L por trade e acumulado da estratégia de bandas de Bollinger do par TBLE3_UGPA3

Conclusão

Apresentei algumas possibilidade de operações com pares com a ação TBLE3. Os pares de TBLE3 dentro do setor de Utilidades Públicas não pareceram muito consistentes. Pares de TBLE3 com empresas de outros setores parecem promissores, porém é importante ressaltar novamente que pares intersetoriais são muito mais arriscados, pois corre-se o risco de se detectar relações espúrias.

Ressalto também que os resultados acima são baseados em um modelo com parâmetros fixos, em um período de tempo escolhido de maneira arbitrária. Para obter resultados mais robustos, é recomendável a variação dos parâmetros e a realização de testes fora da amostra, que permitem avaliar a consistência dos pares com dados que não foram utilizados na construção do modelo.

Finalmente, é necessário comentar que o modelo de Bandas de Bollinger é um modelo bastante simplista, sem embasamento teórico. Há outros modelos mais robustos, utilizando por exemplo o conceito de cointegração.

¹ A razão de informação é definida como o P&L médio de todos os trades, dividido pelo desvio padrão dos P&Ls.

Anúncios